Main menu

Skip to content

A importância da eficácia no marketing

A eficácia é ideal em tudo o que nos propomos a fazer, e no marketing não é diferente. Mas para entender melhor a importância dela em nossas estratégias, primeiro vamos diferenciar eficácia e eficiência, afinal muitos ainda confundem esses dois conceitos – que apesar de parecidos, não são a mesma coisa. 

Eficácia se refere a fazer o que deve ser feito, alcançar os melhores resultados. Nela, os meios não são considerados, e sim os fins. Na administração, ser eficaz é usar os recursos disponíveis para chegar às melhores conclusões. Já na eficiência, a ênfase está nos meios – ela dita que as coisas devem ser feitas da melhor forma, ou seja, otimizar os recursos. Aqui o foco é o rendimento do processo. 

Unindo os dois conceitos temos a efetividade, que é quando chegamos aos melhores resultados com o menor custo. Infelizmente nem sempre é possível ter estratégias efetivas, o que leva a gestão de marketing a analisar a situação e optar pela eficácia ou eficiência. 

Quando temos a eficácia em foco, trabalhamos para aumentar os ganhos, sem necessariamente economizar os recursos disponíveis. Entender a eficácia do marketing é muito importante pois significa entender se os esforços e investimentos estão se direcionando corretamente para atingir os objetivos desejados. 

A análise: 

Algum tempo atrás os profissionais de marketing não tinham um feedback de campanha tão completo como temos hoje. Era possível trabalhar com o perfil do público, havia uma estimativa de alcance dos veículos como televisão, rádio, revistas e etc. Atualmente temos a vantagem – proporcionada pelo marketing digital – de saber detalhes do direcionamento de nossas campanhas, como quantas pessoas viram um anúncio e compraram a partir do mesmo. Analisando a eficácia das suas estratégias você contribui para o crescimento do seu negócio, dessa forma, não aproveitar toda a revolução que é poder mensurar os resultados dos seus esforços pode ser um grande desperdício – inclusive de dinheiro. Porém, essa análise não pode ser feita de qualquer maneira, é preciso analisar as métricas certas. 

Como medir:

As métricas de eficácia medem o alcance de resultados – ou seja, o quanto as estratégias estão contribuindo para levar aos objetivos. Nesse sentido, é preciso priorizar os indicadores de resultados – o que também significa deixar de lado as métricas de vaidade (como o número de likes em um post no Facebook),  que por sua vez não provam nada sobre a eficácia do marketing. 

Nesta análise, as métricas corretas estão diretamente relacionadas à qualidade de entrega, não aos custos. É possível utilizar algumas métricas como: 

  1. Número de pedidos ou vendas (em geral ou por canal de marketing);
  2. Receita Gerada (em geral ou por canal de marketing);
  3. Lifetime Value;
  4. Índice de satisfação do cliente;
  5. Taxa de recompra ou índice de fidelização do cliente; 
  6. Participação (Share of Market; Share of Mind; Share of Heart; Share of Voice).

Com elas você conseguirá identificar a eficácia dos esforços de marketing no alcance de seus objetivos estratégicos, e o que vai determinar se estes foram eficazes é a comparação entre os números alcançados e as metas definidas no planejamento do seu negócio – que, aliás, precisam ser metas plausíveis e realistas. Através desse parâmetro é possível observar quão perto dos objetivos seus esforços chegaram, ou até mesmo se os alcançaram. 

Pilares da Eficácia do Marketing:

Mas afinal, do que as estratégias de marketing precisam para serem eficazes? Confira abaixo: 

Qualidade de entrega: 

Já que o foco são os fins, uma estratégia eficaz precisa entregar resultados excelentes, mesmo que os caminhos para isso não sejam necessariamente rápidos ou econômicos. 

Maximização de uso dos recursos 

Economia não é uma preocupação, portanto é preciso aproveitar todos os recursos disponíveis e necessários para realizar uma entrega de qualidade, maximizando os lucros. 

Planejamento e estratégia

Estes são pilares muito importantes, pois sem eles não é possível estabelecer os objetivos e metas do seu negócio – muito menos observar se chegou aonde gostaria. Portanto, você apenas terá eficácia no marketing se tiver planejamento e estratégia. 

Qualidade dos dados

Os dados são ferramentas que permitem tomar decisões, traçar e avaliar estratégias, além de direcionar investimentos. Por isso é fundamental que eles sejam precisos e confiáveis, agregando inteligência para sua estratégia de marketing. 

Dicas para melhorar a eficácia do marketing

  1. Defina metas e indicadores no planejamento 

Como dito anteriormente, não há como atingir metas sem antes defini-las. É no planejamento de marketing que a definição das metas deve ocorrer, com a escolha de indicadores que possam dizer se elas foram atingidas. Também é preciso que as metas sigam o modelo SMART, sendo assim específicas, realizáveis, mensuráveis e com prazo definido – isso oferece clareza para a equipe de marketing.

  1. Alinhe objetivos de marketing e objetivos da empresa 

Os objetivos da empresa e de marketing devem estar sempre alinhados porque, caso contrário, as estratégias de marketing podem caminhar na direção errada – o que não é nada eficaz. O que mostra o valor do marketing é sua capacidade de resolver os problemas certos para a empresa, portanto ele precisa estar empenhado nos mesmos objetivos que ela. 

  1. Aproveite as oportunidades

Segundo Peter Drucker – grande autor de marketing e gestão – gestores eficazes estão focados nas oportunidades, não em problemas. 

O mercado está sempre cheio de problemas e oportunidades, principalmente em situações de transformações sociais. O que faz a diferença é saber para onde direcionar os seus esforços. Isso não quer dizer que os problemas não devem ser resolvidos, apenas que eles não trazem resultados. O marketing eficaz explora oportunidades para maximizar a utilização de seus recursos e aumentar os ganhos da empresa. 

  1. Escolha os canais prioritários 

O uso de recursos também precisa ser bem pensado. É preciso analisar os canais de investimento, averiguando seus resultados e vantagens. Através de uma análise de dados é possível perceber quais os canais mais vantajosos para o seu negócio, e assim investir mais neles. 

  1. Modelos de atribuição

Os modelos de atribuição servem para atribuir a responsabilidade por uma conversão aos diferentes canais de marketing que participam do processo, ou seja, é possível saber qual canal de marketing é responsável pela venda – como anúncios no Google por exemplo. 

Os créditos pela venda podem ir para apenas um canal como para todos, de maneira igual ou não. Identificando a contribuição de cada um, você pode direcionar seus esforços e investimentos para os canais mais eficazes. 

  1. Mire no público certo

Este certamente é um dos pontos mais importantes: direcionar as estratégias para quem tem potencial de se envolver com a sua marca e representa uma oportunidade real de negócio, afinal, não adianta ganhar visibilidade junto a um público que não se interessa pelos seus produtos ou serviços. 

Esforços como pesquisas de mercado, segmentação de públicos e criação de personas permitirão que o marketing da sua empresa se direcione para o público correto e se comunique com ele de maneira eficaz. 

  1. Utilize ferramentas de automação 

As ferramentas de automação servem para transformar ações manuais em automáticas através de regras e gatilhos pré-definidos, o que é muito prático e vantajoso, já que atividades manuais tendem a ser passíveis de erros e também costumam ser demoradas, e isso pode gerar prejuízos. 

  1. Foque nos leads qualificados 

Neste ponto é muito importante o alinhamento entre equipe de marketing e equipe de vendas, isso porque não se deve perder tempo com leads que não dão retorno. Para isso, a troca de informações entre os dois times precisa ser efetiva, focando em reais oportunidades de negócios. 

Conclusão 

Vale a pena se concentrar primeiro na eficácia do marketing, depois na eficiência. Ajustar o marketing e os objetivos da sua empresa abrindo os olhos para as métricas da eficácia pode melhorar significativamente os resultados do seu trabalho. 

Fonte:

Postado por Ana Falkine em 2 de março de 2021